Matheus Tardivo

Code is poetry.

Ruby Inside Brasil

Ruby Inside é a mais popular fonte de noticias sobre Ruby e Rails do mundo. Abrange todas as tecnologias associadas ao Ruby (incluindo Ruby on Rails, Merb, IronRuby, JRuby, Rubinius e outros) e assuntos relacionados à comunidade Ruby em geral. Publica as últimas noticias sobre a linguagem de programação Ruby, dicas e compilações de recursos e referencias sobre a linguagem.

Texto retirado do link “Sobre Nós” do site do Ruby Inside Brasil.

Mas algumas pessoas devem estar se perguntando: -Que negócio é esse de Ruby on Rails? -Você nunca falou sobre isso aqui nesse blog e agora me vem postando sobre uma fonte de notícias desse tal de Ruby e Rails.

Pra quem me conhece sabe que estou estudando bastante sobre Ruby e Rails e sabe também que estou tentando divulgar esse assunto. Pois bem, acho que essa é uma ótima oportunidade de começar. :D

Então, pra quem nunca ouviu falar sobre esse tal de Ruby on Rails, segue uma pequena descrição:

O que é o Rails?

O Rails é um framework de desenvolvimento web escrito na linguagem Ruby. Ele é designado para tornar a programação de aplicações web mais fácil, fazendo várias suposições sobre o que cada desenvolvedor precisa para começar. Ele permite que você escreva menos código enquanto faz mais que muitas outras linguagens e frameworks. Desenvolvedores Rails mais experientes também dizem que ele torna o desenvolvimento de aplicações web mais divertido.

O Rails é um software com opinião. Isto é, ele supõe que existe um modo melhor para fazer as coisas, e ele é desenhado para encorajar este modo – e em alguns casos desencorajando alternativas. Se você aprender “O Modo Rails” vai provavelmente descobrir um aumento tremendo de produtividade. Se persistir em trazer velhos hábitos das outras linguages para o desenvolvimento Rails, tentando usar padrões que aprendeu em outros lugares, você pode ter uma experiência menos divertida.

A filosifia Rails inclui diversos princípios guia:

  • DRY - “Don’t Repeat Yourself” - sugere que escrever o mesmo código várias vezes é uma coisa ruim.
  • Convenção ao invés de Configuração - significa que o Rails faz suposições sobre o que você quer fazer e como você estará fazendo isto, em vez de deixá-lo mudar cada minúscula coisa através de intermináveis arquivos de configuração.
  • REST é o melhor modelo para aplicações web - organizar sua aplicação em torno de recursos e verbos HTTP padrão é o modo mais rápido para proceder.

Texto retirado do Rails Guides, traduzido para português.

Quem se interessou pelo assunto e quer aprender mais sobre Ruby e Rails vou colocar algumas fontes que estou usando nos meus estudos:

Outra alternativa pra quem quer aprender Ruby e Rails e não tem tempo nem disciplina pra estudar sozinho, são os workshops mão na massa Ruby e Rails Tempo Real. Segue link para notícia do Ruby Inside Brasil que está divulgando os workshops.

E, claro, para quem ajudar a divulgar o Ruby Inside Brasil, conforme escrito no post acima, também estará concorrendo a inscrições para os workshops.

Pois é. Eu já estou concorrendo! :D